domingo, 26 de agosto de 2018

Francisco Feijó de Medeiros (Chico balaio): O primeiro Taxista de Brejo Santo-CE- Fátima Teles



Francisco Feijó de Medeiros(Chico balaio): O primeiro Taxista de Brejo Santo-CE



Por Fátima Teles, Professora  Formadora da Área de Ciências Humanas do Ensino Fundamental II da Secretaria Municipal de Educação de Brejo Santo, Assistente Social,Escritora e Poeta.


Francisco Feijó de Medeiros, conhecido como Chico balaio, é natural de Brejo Santo, Ceará. Nasceu em Cinco de dezembro de Mil Novecentos e Trinta e Três e fará Oitenta e Cinco anos neste ano de 2018.Filho do senhor José Feijó de Medeiros e da senhora Josefa Celião da Silva.

O pai era pernambucano de São José de Belmonte. Seu pai assim como muitos fazem parte dos aqui chegaram para habitar o solo de Brejo Santo.

O senhor Chico iniciou o exercício da Profissão de Caminhoneiro aos Quinze anos, muito jovem. Ele conta que viajou o Brasil inteiro. Trabalhava no caminhão do senhor Jarbas Almeida, conhecido por Tijuca.

Em Mil Novecentos e Cinquenta e Três, aos 20 anos tirou a carteira de habilitação. Ele fala com muito orgulho da sua primeira habilitação em 05 de dezembro de 1953.O senhor Chico conta que no caminhão efe mais de Cento e Cinco (105) viagens para São Paulo. Ele lembra que as estradas na década de 50 eram de chão e por isso levava de Dez (10) a Doze (12) dias para chegar a Capital São Paulo.

Na década de Setenta(70) ele comprou um Opala e começou a ser autônomo, deu início a sua nova profissão: Taxista.

O senhor Chico foi o primeiro taxista de Brejo Santo e atuou nessa Profissão por Trinta (30) anos. O pronto onde ficava era do comércio do Senhor Neco Jacinto (Antigo comerciante), onde hoje está localizado a Farmácia Santa Cecília.

As viagens mais distantes como Taxista eram para a Capital Fortaleza.
Casou-se aos Vinte e Cinco(25) anos em Mil Novecentos e Cinquenta e Oito com a senhora Zélia Araruna com quem foi muito bem casado e viveu até sua morte. Foram Cinquenta e Cinco(55) anos de casados.

Da sua união com a senhora Zélia vieram os filhos:

Maria Josélia Feijó Araruna
Francisco Feijó Filho (Mimi)
José Feijó Neto ( Zoga)
Maria Joseane Feijó de Oliveira
Maria Joseina Feijó Araruna

 Fonte:
Entrevista com o senhor Francisco Feijó de Medeiros, Chico. 




sábado, 30 de junho de 2018

Formação de Ciências Humanas para o 3º Bimestre - Fátima Teles




RELATÓRIO DA FORMAÇÃO DE JUNHO DE 2018
3º BIMESTRE


No dia 21 de Junho de 2018 foi realizada a formação de Ciências Humanas na sala de Formação do primeiro andar da Secretaria Municipal de Educação cumprindo uma agenda de leitura, conhecimento e debate.

A formação teve início às 13:00 com a leitura de deleite (Nordeste: Cultura, gostos e sabores). Cordel da professora Zilmar. A leitura foi feita pela Formadora Fátima Teles.

Logo mais às 13 :15min houve a entrega das planilhas para o 3º Bimestre. Posteriormente às 13:30min vimos a apresentação do Vídeo Metodologias Ativas e às 13:45 min foi realizado um debate sobre a importância do planejamento, assunto visto no Vídeo.





Cumprindo a agenda de estudos, às 13:50min foram entregues os textos sobre Metodologias Ativas para uma aprendizagem significativa ( Margarete Ticianel) e Mudando a educação com metodologias Ativas ( José Moran). Para dar sequência ao estudo às 13:55min foram divididas as equipes para o estudo e às 14:00 teve início o estudo com as estações rotativas.


Contamos com a participação dos estagiários da universidade Federal do Cariri, UFCA, trazendo o estudo da Lei 10.639/03, que versa sobre o ensino da História e cultura afro-brasileira e africana, ressalta a importância da cultura negra na formação da sociedade brasileira. Estiveram presentes firmando a parceria para a formação continuada dos professores  municipais os Professores Reginaldo e a professora Karla da UFCA.



No horário de 15:00 foi dado um intervalo acompanhado de lanche e entrega dos mimos. Logo mais às 15:30 recebemos a participação das encantadoras municipais, professoras Jucieuda , Eneliran  e Sandra cantando um pot-pourri de Luiz Gonzaga interagindo com os professores.



Retornamos ao estudo às 15:15 com apresentação dos trabalhos em forma de debate.

Logo às 15:50 entregamos os livros sobre Brejo Santo para compor a sala de estudos e os livros presenteados foram: De Brejo da Barbosa a Brejo Santo (Fernando Maia da Nóbrega); Um Civilizador do Cariri (Padre Antônio Gomes); Brejo Santo e algumas lembranças de seu passado ( Carlos Araújo Santana).Uma trilha sobre os aspectos históricos e geográficos de Brejo Santo foi trabalhada com os professores que responderam a dinâmica com muito entusiasmo e animação, no horário de 16:00.




Uma avaliação da formação foi feita às 16:30 seguida de  encerramento.






                                                                        Formadora

                                                      Maria de Fátima Araújo Teles

                                                 Brejo Santo-CE, 21 de Junho de 2018