terça-feira, 17 de outubro de 2017

O Sítio Poço do pau e a origem de seu nome - Fátima Teles



O Sítio Poço do pau e a origem de seu nome

Por Fátima Teles- Professora, assessora Pedagógica da Área de Humanas da Secretaria Municipal de Educação de Brejo Santo e Assistente Social.

A origem do nome poço do pau vem de tempos imemoriais. Conta-se que havia um poço próximo ao riacho dos porcos e tinha uma árvore imensa que os animais ficavam embaixo dela bebendo água. Quando as pessoas perguntavam pelos animais iam procurá-los no poço do pau, nome dado ao poço onde estava a grande árvore.




Festas populares no sítio poço do pau
Os caretas da semana Santa
Os caretas faziam parte da tradição da semana santa e foi organizado e vivenciado por Joaquim Narciso da Silva neto (SUCA). Suca e outros amigos da comunidade utilizavam caretas feitas de pano ou palha e saiam pela comunidade com chicotes nas mãos pedindo o jejum da semana santa. No sábado havia a malhação do judas. Brincadeira feita com um boneco que é surrado como forma de lembrar o judas traidor do tempo de Jesus.
Segundo sua irmã, Judite, o apelido de Suca se deu devido ele na infância gostar de comer açúcar.
                                                                                Suca
                                                                           
                                                        Judite (tia de Suca e entrevistada)
         
                                                                                        
Festa religiosa
A religiosidade é muito presente no sítio poço do pau. Seu Padroeiro é o sagrado Coração de Jesus, tendo uma Capela para reverenciá-lo. Há novenas, quermesses e leilão.

                As terras do poço do pau em seu início de povoamento pertenceram ao Coronel Manoel Inácio Bezerra e os primeiros fazendeiros foram os senhores Napoleão de Araújo Lima e José Matias Sampaio, casados com duas filhas do Coronel Manoel Inácio Bezerra, sendo dessa forma, herdeiros das terras do Coronel.

                                                       Coronel Manoel Inácio Bezerra
                        Napoleão de Araújo Lima (Genro do Coronel Manoel Inácio Bezerra)                                   
                                                              
                          José Matias Sampaio (Genro do Coronel Manoel Inácio Bezerra)


O primeiro morador das terras foi o senhor José Narciso neto, gerente da fazenda do Senhor Napoleão de Araújo Lima e educado como filho do referido senhor.

Família Narciso (José Narciso)

Seus filhos hoje todos tem terras no poço do pau e alguns vivem no lugar:
Judite Narciso, Iara Narciso, Anita Narciso, Sandra Narciso, Vilmar Narciso, Antônio Narciso, João Narciso, Pedro Narciso, Raimundo Narciso ( biba), Lunardeli Narciso, Francisco Narciso, José Narciso Filho (Lu), Narciso, Narcisa.

                                                    Judite ( filha do senhor José Narciso)


Logo depois vieram outras famílias habitar as terras e adquirirem também terrenos no lugar.
Família Mariano (Manoel Mariano, João Mariano, Pedro Mariano)



Família Pepedo (Antônio Oliveira santos)

                                        Senhor Antônio Oliveira ( Antônio Pepedo)    
Seus filhos todos tem terras no lugar e alguns ainda vivem na Comunidade:

José de Oliveira Santos (Peti), Edmilson de Oliveira, Elson de Oliveira, Edísio Oliveira Furtado(bode), Cícero Henrique Oliveira Furtado, Eliede de Oliveira, Eliane de Oliveira, Rosângela de Oliveira, Márcia de Oliveira, Herociano de Oliveira, Sebastião de Oliveira (bira).



Família DR  Cledson Araújo Rangel (DR Cledson)
Este é o maior pecuarista do Município de Brejo Santo.


                                                              Dr Cledson Araújo Rangel


O sítio poço do pau evoluiu na área de Educação, chegando a sua Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Leite de Araújo ser referência Nacional, considerada Escola nota 10.
Maria Leite de Araújo ( filha do Coronel Manoel Inácio Bezerra e esposa do Senhor Napoleão de Araújo Lima)





 
 

Há ainda um Centro de Educação Infantil Dr Valdemar Napoleão de Araújo que faz um belíssimo trabalho de alfabetização com as crianças.



                            Dr Valdemar Araújo ( filho de Napoleão de Araújo Lima)



                   E ainda há uma Unidade Básica de saúde Dr José Napoleão de Araújo.


                       DR José Napoleão de Araújo ( filho de Napoleão de Araújo Lima)


Os nomes das Instituições de Educação e de Saúde são em homenagem a esposa e os filhos do Senhor Napoleão de Araújo Lima, primeiro fazendeiro e uma das maiores lideranças políticas do Município em meados do século XX.

Os terrenos que compreendem as escolas e a Unidade de Saúde foram doados pelo neto do senhor Napoleão de Araújo Lima, o senhor Gilberto de Araújo Santana, morador antigo da Comunidade e ser humano abnegado.


Ivone Araújo e Gilberto Araújo Santana ( filha  e neto de Napoleão de Araújo Lima)




                                                                  Serra do poço




                                                                    Serra da Canabravinha



Entrevista realizada com Judite Narciso, Maria das graças ( Gracinha), Gilberto Araújo e Ivone Araújo.



terça-feira, 10 de outubro de 2017

Fibromialgia

Lançamento do Livro a Cidade que veio das águas - Fátima Teles ( Fotos Leopoldo Pinheiro e Adryanno Evangelista)

No dia 15 de Agosto de 2017 estivemos reunidos (as) no Cine teatro de Brejo Santo-Ce para o lançamento de meu novo livro, a Cidade que veio das águas. é um livro Infanto Juvenil que conta um pouco como se originou a Cidade de Belém do Pará e a lenda do açaí.

a noite foi repleta de literatura e arte. Contamos com a presença dos amigos e amigas, amantes da cultura e do artista renomado Pedro Bandeira,além dos artistas da terra.

O compositor e cantor Agenor Araújo iniciou a noite cantando a poesia do livro que ele musicou.Logo depois fiz a apresentação e homenageei a Professora Leoneide Leandro através de sua mãe dona Creusa Leandro. A professora Leoneide foi uma das pessoas que eu dediquei o livro.

Houve a contação de história do livro feita pela Professora Jucieuda santos , onde as crianças subiram no palco para ver de perto. Na ocasião foi servido algodão doce para todas as pessoas, feito pelo profissional Alysson.

para encerrar a noite recebi uma homenagem feita pela secretária de educação , Ana Jacqueline Braga ,representada por todos os colegas da Assessoria Pedagógica do Município. Logo após foi realizada a sessão de autógrafos.

As fotografias aqui foram feitas pelos amigos Leopoldo Pinheiro e Adryanno Evangelista