terça-feira, 16 de maio de 2017

domingo, 16 de abril de 2017

Os meninos da pisadinha de Brejo Santo-CE

Os meninos da pisadinha estiveram na Avenida Paulista mostrando o seu talento.

Eles moram na Vila Cavaco, Zona Urbana de Brejo Santo-CE.

Eles formaram uma banda com instrumentos de lata.

São filhos de trabalhadores Municipais . São pessoas de origem simples e humilde.

Fizeram um vídeo no YouTube e chamou atenção na internet. O SBT veio até a Vila Cavaco ver a apresentação e hoje estão no Domingo Legal.

" O mundo pertence a quem se atreve"

Sucesso para vocês!!!

sexta-feira, 14 de abril de 2017

procissão de senhor morto- SEmana em Brejo Santo-CE

PROCISSÃO DE SENHOR MORTO EM BREJO SANTO-CE

POR FÁTIMA TELES

A Procissão de senhor morto acontece sempre na semana santa como forma de lembrar a paixão e a morte de jesus Cristo ,assim como  a dor de sua mãe, Nossa Senhora.

Em Brejo Santo-Ce ,desde os tempos mais remotos, hoje ela acontece nas duas Igrejas. No Santuário de São Francisco  e na igreja do Sagrado Coração de Jesus, através da organização do Padre Pedro André Bitu e do Monsenhor Dermival de Anchieta Gondim.

A procissão é sempre acompanhada por muitas pessoas em silêncio pelas ruas todas caminham se solidarizando com a dor do martírio de Jesus e  com a dor de Maria.É uma procissão que gera emoção e muita tristeza





pela história que traz. 

Os meses de Março e Abril sempre foram conhecidos como meses de chuva, de muita chuva. Cresci vendo essa procissão acontecer com chuva no seu término.Esse ano de 2017 veio forte essa lembrança com as chuvas e o tempo nublado acompanhando a programação da semana santa.

trocar moedas é um fato que culturalmente acompanha essa manifestação religiosa. Depois da procissão as pessoas depositam alguma moeda no andor de senhor morto e pega outra moeda de menor valor. Com essa troca acredita-se que não faltará dinheiro no bolso durante os meses do ano.



os caretas e a malhação do Judas em Brejo Santo-CE ( Brejo Santo de outrora)

 OS CARETAS E A MALHAÇÃO DO JUDAS EM BREJO SANTO-CE ( BREJO SANTO DE OUTRORA)

POR FÁTIMA TELES
a malhação do judas é uma brincadeira que se tornou tradição na Cultura Nordestina desde os tempos mais antigos. Essa brincadeira acontece sempre na Semana Santa como forma de punir Judas pela morte de jesus cristo. É uma forma de fazê-lo culpado e de lhe castigar pelo feito.

a brincadeira acontece tanto na zona rural como na zona urbana. Em Brejo Santo-CE ela teve origem através de Raimundo Narciso, conhecido popularmente como Suca Narciso ou Suca do Sítio Poço.

Segundo o Cicero Moreira Barbosa a brincadeira acontece com 12 participantes, onde se faz um círculo para o judas, com direito a prêmios e o ladrão tenta roubar o Judas que muitas vezes fazem é apanhar do Judas.A indumentária utilizada é chocalho, gibão e saco de estopa.

na região do Cariri acontece a malhação do Judas e é sempre escolhido um político brasileiro que trabalhou ou trabalha contra o povo para ser malhado.

Em Brejo Santo-Ce a entrevista foi realizada pelas alunas do Colégio Padre Viana para uma Exposição Cultural sobre as festas populares do Município nos idos dos anos de 2000.Eu estava  como Coordenadora pedagógica do Colégio e aproveitamos para homenagear todas as pessoas que contribuiram com a Cultura de nossa Cidade.










Nas cidades do interior do Nordeste é muito comum na semana santa a cultura dos varetas, da malhação do Judas e das comilanças de bacalhau, além da visita à Igreja para os católicos e da emocionante procissão de senhor morto.

Aqui em Brejo Santo-CE se vive tudo isso. Os costumes ainda estão vivos.

Os caretas do Bairro Renê Lucena passando e me deram a oportunidade de fotografa-los.
Eles chamam as pessoas de madrinha e pedem dinheiro.


quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

49 anos de Contribuição do Trabalhador para Aposentadoria Integral - Brasil de Fato

Novos Cálculos

Trabalhador terá de contribuir por 49 anos para receber aposentadoria integral

Segundo Marcelo Caetano, secretário da Previdência, será possível economizar até R$7 bilhões a cada ano com a reforma

Agência Brasil,
Novas regras estabelecem idade mínima de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem / Agência Brasil
A proposta do governo federal para a reforma da Previdência prevê que o trabalhador terá que contribuir por 49 anos se quiser receber 100% da aposentadoria. Atualmente, o teto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é de R$ 5.189,82, que é reajustado anualmente pelo INPC. Os cálculos são do secretário da Previdência do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano.
Segundo o secretário da Previdência, Marcelo Caetano, com as regras previstas na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma, será possível economizar entre R$ 5 bilhões e R$7 bilhões a cada ano apenas com o Regime Próprio de Servidores Civis. Além disso - cumprindo-se a expectativa do governo federal de aprovar a reforma ainda em 2017, bem como aprovar também uma lei específica com novas regras para o Benefício da Prestação Continuada (BPC) - poderão ser economizados outros R$ 678 bilhões entre 2018 e 2027.
"Nossa expectativa é de que o Congresso aprove [a reforma] em 2017 para garantir [os benefícios para os cofres públicos]. Só a reforma pelo BPC para o INSS, a economia será de R$ 4,8 bilhões em 2018, valor que cresce para R$ 14,6 em 2019. Em 2020, será de R$ 26,7 bilhões; e em 2021 será de R$ 39,7 bilhões. De 2018 a 2027, a economia seria algo em torno de R$ 678 bilhões", disse o secretário. "Além disso, com regime próprio de servidores civis, a economia será de R$ 5 bilhões a 7 bilhões por ano", acrescentou.
O Benefício da Prestação Continuada (BPC) equivale a um salário mínimo mensal que é concedido aos idosos com mais de 65 anos ou pessoas com deficiência física, mental, intelectual ou sensorial de longo prazo.
A ideia do governo é fazer com que a renda de todos os entes da família passem a ser consideradas para o cálculo, sem as exceções previstas na lei atual – caso, por exemplo da renda obtida por pessoas com deficiências. Nas regras atuais, para receber o BPC, a renda per capita da família tem de ser inferior a um quarto do salário mínimo.
Pensões
As pensões pagas a viúvas e viúvos poderão, eventualmente, ser menores do que o salário mínimo, segundo o secretário.
"Nas pensões por morte, o valor pago [à viúva ou viúvo] será de 50% da aposentadoria, acrescido de um adicional de 10% por dependente. Essa cota não será mais revertida para a viúva (ou viúvo) quando o filho completar 18 anos de idade", disse, ao ressaltar que as novas regras só valerão após serem promulgadas, não abrangendo as pensões que já são pagas. "Entre nossas premissas está a de não mexer com direitos já adquiridos", acrescentou.
Idade mínima
As novas regras estabelecem idade mínima de 65 anos para homens e mulheres, segurados do INSS, servidores públicos, trabalhadores rurais e urbanos poderem pedir a aposentadoria, assim como parlamentares e detentores de cargos eletivos. O tempo mínimo de contribuição será de 25 anos.
As regras valerão para homens com idade inferior a 50 anos e mulheres com menos de 45 anos. Para os contribuintes com idade superior, a proposta prevê a aplicação de um acréscimo de 50% sobre o tempo que restava para a aposentadoria, tendo como base a regra antiga.
"Digamos que homem de 52 anos, com 34 de contribuição, com a regra de transição aplica-se 50% do tempo. Como o tempo de contribuição era 35 anos, o tempo que falta passa de 1 ano para 1 ano e meio", disse o secretário.
Congresso Nacional
Ontem (5), ao deixarem a reunião no Palácio do Planalto em que debateram a reforma, sindicalistas disseram que, na forma como foi apresentada, a reforma não será aprovada no Congresso Nacional. Eles reclamaram da idade prevista na regra de transição, que deveria ser feita de forma mais suave.
Questionado se o governo está preparado para mudanças da reforma no Congresso, Caetano disse que as questões políticas fogem de seu controle, mas defendeu que a reforma é necessária ou o país terá de encarar problemas previdenciárias no futuro.
"O Congresso é fundamental nesse aspecto. É o local do diálogo social. No ambiente democrático, seu papel é fundamental. Mas essa reforma foi feita com visão de Estado. Não de governo. Temos uma visão de longo prazo. Se começar a abrir mão de muita coisa vai ter que fazer uma nova reforma lá na frente. A reforma tem que ser duradoura. Queremos evitar não ter como pagar a Previdência, como acontece em vários estados. Se a reforma não for feita, daqui a 2 anos teremos que fazer nova entrevista para explicar uma nova reforma", disse o secretário, em entrevista coletiva no Palácio do Planalto.

Regras de Aposentadoria- Governo Temer- Brasil de Fato

Regras de Aposentadoria elencadas pela reforma do Governo Temer vem trazer um retrocesso no tocante aos direitos do trabalhador brasileiro conquistado desde 1988 na Consstituição Federal.




fonte:
https://www.facebook.com/brasildefato/?pnref=story








domingo, 27 de novembro de 2016

100 ANOS DO SAMBA - FÁTIMA TELES





100 ANOS DO SAMBA:  O SAMBA SOBE O MORRO
NA VOZ DE 


DONGA
POR FÁTIMA TELES- ASSISTENTE SOCIAL

         O Samba no Brasil nasce na Bahia sob a influência da cultura africana trazida para o nosso País nos tempos de escravidão.

         No século XIX com a vinda da Família Real para o Rio de Janeiro e a transferência da Capital Federal também para o Rio de Janeiro, muitos escravos  foram enviados de Salvador para o Rio e com eles seguiam os costumes e as tradições que cultuavam de seus ancestrais.

         Com a  libertação dos escravos e final da Guerra de Canudos os Soldados foram trazendo suas esposas para residirem nos morros ,contribuindo assim com a estatística da favelização. Em pouco tempo, já instalados, as rodas de dança e música deram continuidade como na Bahia, lugar de onde vieram .as festas eram incentivadas na maioria pelas mulheres e uma delas era dona Amélia, que trabalhava fazendo doces para ajudar nas despesas da família. ela era conhecida como tia Amélia e foi a genitora daquele que se consagrou como o compositor que gravou o primeiro samba no Brasil, o Donga.

         O Samba é a voz do morro,sim.

         Ernesto Joaquim Maria dos santos, Donga, em 06 de Novembro de 2016 entrou com um pedido de registro da composição “pelo telefone” no Departamento de Direitos autorais da  Biblioteca Nacional. Lá o disseram que a composição precisava vir acompanhada de uma partitura, ao que Ernesto recorreu ao seu amigo e vizinho de morro, o flautista Alfredo da Rocha Viana, conhecido por Pixinguinha, mais tarde considerado um dos maiores sambistas da Música Brasileira. Donga se declarou compositor da composição que a denominou um samba carnavalesco.

         Passados alguns dias, Donga anexou aos documentos uma declaração que informava que a composição “ pelo telefone” havia estreado em espetáculo em 25 de Outubro de 1916 no Cine Teatro velho. EM 27 DE NOVEMBRO DE 2016, A BIBLIOTECA NACIONAL oficializou o registro da Obra, com o Número 3. 295.

         O samba, ritmo musical criado pelos escravos africanos, símbolo da tradição cultural brasileira, patrimônio imaterial, reconhecido também pela Unesco em 2005 como Patrimônio da Humanidade, comemora esse ano de 2016, o seu centenário. O ano de 1916 entrou para a história da Música Popular Brasileira graças à iniciativa de Ernesto Joaquim Maria dos Santos mais conhecido como Donga, autor de Pelo telefone, datado de 1916 e, considerado o primeiro samba brasileiro.”

                O Samba ao longo dos Séculos cresceu como gênero musical e ficou conhecido como a cara do Brasil. O samba cantou e canta a voz da exclusão social da favela, a voz do operário, a desilusão amorosa, a ilusão da vida, a pobreza do morro e a sua beleza também. É o cartão postal do nosso carnaval!

FONTES:

        



        

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Irmãs Mirabal, as mariposas da liberdade - Portal Vermelho

Irmãs Mirabal, as mariposas da liberdade - Portal Vermelho

IRMÃS MIRABAL: AS MARIPOSAS DA LIBERDADE - Fátima Teles




IRMÃS MIRABAL: AS MARIPOSAS DA LIBERDADE

POR FÁTIMA TELES- ASSISTENTE SOCIAL




         O  Século XX foi marcado por muitas Ditaduras que  assolaram o Continente Americano.

         A República Dominicana vivia uma forte instabilidade econômica e política, facilitando assim a instalação da Ditadura de Rafael Leónidas Trujillo, conhecido como Trujillo, que governou  de 30 a 61.

         O seu tempo foi marcado por medidas antidemocráticas, vindo a prejudicar a classe trabalhadora, contribuindo para a perda de suas moradias e de seu dinheiro.

         No meio da população havia aqueles e aquelas que gritavam pela luta dos direitos e pela liberdade. Entre essa população estavam Patria Mercedes Mirabal, Minerva Argentina Mirabal e Antonia Maria Teresa Mirabal , as irmãs Mirabal, que juntamente com um grupo oposicionista ,bravamente entraram na luta armada contra o Ditador Trujillo.

         As irmãs Mirabal nasceram no Norte do País, em Ojo de Agua, na Província de Salcedo. Oriundas e uma família política daquela região, o pai havia sido Prefeito da Cidade de Ojo de Agua, no inicio da Ditadura do déspota Trujillo.

         Entre as irmãs, Minerva foi a primeira a se envolver na luta contra o regime Ditatorial, tendo sido presa em 1947 e recusado os avanços ou assédios sexuais do Ditador Trujillo. Minerva ainda foi torturada. Seu pai também foi preso, pois era oposição ao Governo. Através da influência política de sua família conseguiram se libertar, mas o Ditador mandou prendê-lo novamente dois anos depois e diante de tal situação, esse Regime conseguiu enfraquecer a saúde  de seu pai vindo o mesmo falecer em 1953 como consequências do terror dessa Ditadura. 

         As irmãs entraram no Movimento 14 de Junho, Movimento homenageado como a data em que os Dominicanos se revoltaram contra ao Ditador e tentaram  derrubar o Governo, não obtendo êxito, devido a interferência do Exército.

         Minerva tinha o nome clandestino de Mariposa e as demais irmãs e seus esposos também entraram na luta.

         Muitas pessoas do Movimento foram presas e torturadas, entre essas pessoas , as irmãs e seus maridos. Elas conseguiram liberdade condicional devido a condenação das ações do Ditador pela Organização dos Estados Americanos.

          No dia 25 de Novembro de 1960, elas voltavam de uma visita aos seus esposos na Cadeia e foram pegas de surpresa, levadas numa emboscada e torturadas num matagal e assassinadas.

         O crime causou comoção na população e a revolta tomou conta da Cidade. O crime não causou silêncio e medo como era esperado. A luta pelos ideais democráticos das irmãs mariposas virou uma febre , vindo a contribuir efetivamente para a queda da Ditadura de Trujillo em 1961.

         A  Ditadura compreendeu que a força do povo é crucial para a derrubada de qualquer Governo, quando esse povo está consciente do que quer, quando se politiza.

         A data  de 25 de Novembro entrou para a História Mundial como O DIA INTERNACIONAL DA NÃO VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER, pela Assembleia Geral das Nações Unidas, numa reunião em 17 de dezembro de 1999.

         A Cidade onde elas nasceram, Ojo de Agua, recebeu um novo nome em homenagem a elas. Foi rebatizada de Hermanas Mirabal e sua  irmã Dede única sobrevivente, educou os filhos das irmãs e dedicou-se ao trabalho de memória através de criação de um Museu para imortalizar a História das Mariposas da liberdade, irmãs Mirabal que lutaram pela liberdade política de seu povo, de seu País.



Fontes:












quarta-feira, 14 de setembro de 2016

EDUCADORES não podem ser produzidos. EDUCADORES nascem"( Rubem Alves)- Por Fátima Teles para o Professor José Teles de Carvalho

EDUCADORES não podem ser produzidos. EDUCADORES nascem" ( Rubem Alves)











o Professor José Teles tinha autoridade e por isso era amado, sabia ser duro sem perder a ternura. Fazia da educação um sacerdócio. Tinha mente aberta e conseguia conversar com todas as pessoas de todas as idades, principalmente as mais jovens.
recebia todos em eu colégio  e procurava tratar a todos e todas sem distinção de cor, raça e classe econômica e social.
era um educador por excelência, contribuía com o modelamento do comportamento dos alunos e das alunas através da disciplina.
embora o Colégio fosse particular, ele não deixava de matricular alunos e alunas quando não podiam pagar e muitas vezes quando não havia bolsa do governo para beneficiá-los(las), ele concedia do seu próprio bolso, para ver o encaminhamento dos(as) mesmos(as).


como é bom saber que ele é lembrado sempre como um ser humanos que foi prestativo e caridoso.
15 de setembro: aniversário do Professor José Teles de Carvalho
Professor José Teles, presente!


Vovô, feliz aniversário!!! Um alô para ti em tua morada espiritual - Fátima Teles

Todos os dias 15 de Setembro eu lembro dele. É a data de seu aniversário.

Costumeiramente, todas as manhãs ele ia ao bar caldeira do inferno, do amigo e primo Chico de Sinésio, conversar com os amigos . No dia de seu aniversário a alegria era maior. Ele adorava comemorar seu natalício e era muito querido entre seus pares. acordava  cedo e o bar que era um ponto de encontro de amigos de todas as idades, naquele dia era mais festivo, muitas pessoas passavam ali para lhe dar um abraço e como ele gostava.
vovô era um homem de hábitos simples.
no seu aniversário ele seguia a sua rotina, indo ao bar e por lá ficava até às 11:00 quando voltava para casa para almoçar.Lá eu o esperava com alegria e sentava na mesa com ele para comer aquele almocinho que mesmo sendo trivial, era o mais saboroso do mundo(arroz branco, carne moída cozida, feijão mulatinho, alface e tomate, acompanhados de água gelada e suco de maracujá),feitos com amor por Helena, sua secretária e por tia Luzia.
logo depois do almoço ele ia abrindo os inúmeros presentes que chegavam e eram tantos que não cabiam na cama de casal .  chegavam mais e mais presentes durante todo o dia.
em tempos mais antigos, lá pelos idos de 70 e 80 do Século XX, os alunos se cotizavam e lhes presenteavam até com aparelhos de eletrodomésticos. Ele era muito amado e muitos alunos o reconheciam na figura de pai.

feliz aniversário, Vovô!!!!!!!
na morada espiritual em que o senhor se encontra seja feliz!!!

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Posse na Academia de Letras do Brasil / Seccional Ceará- Fátima Teles

                                        Posse na Academia de letras do Brasil- Seccional Ceará












No dia 02 de Julho de 2016 participei da instalação da Academia de Letras do Brasil- Seccional Ceará onde tomei Posse como membro e fui indicada para assumir a Presidência da Academia de Letras de Brejo Santo-Ceará ? Pro -tempore

A Instalação se deu na Assembléia Legislativa do Ceará com a presença das Presidentas da Bahia e do paraná.

A abertura e Solenidade foi realizada pelo Presidente da ALB/ CE , o Médico Luiz Garcia , O presidente da Academia de Letras do Brasil e pelo Jornalista Washington Soares, também membro dessa Academia.

A abertura musical foi feita pelo Coral da Secretaria do trabalho e Desenvolvimento Social do Estado.
foram empossados mais de 50 membros de todo o Estado.

foi uma Solenidade linda e que muito vem enriquecer o nosso Estado, uma vez que os membros são pessoas comprometidas com a cultura, literatura e Educação do nosso Estado.