domingo, 19 de novembro de 2017

João Casimiro Viana Arrais: O Padre Viana - Fátima Teles



Brejo Santo: Nosso chão, nosso povo!

Por Fátima Teles, Professora Formadora da Área de humanas da secretaria Municipal de Educação, Assistente Social, Escritora e Poeta.



João Casimiro Viana Arrais: O Padre Viana







João Casimiro Viana arrais nasceu no Município de Lavras da Mangabeira, Ceará, no dia 07 de Setembro de 1876, e veio para Brejo Santo junto com seus pais e irmãos em 21 de Agosto de 1898.Brejo Santo ainda era Vila e se chamava Vila Brejo dos Santos. João Casimiro Viana Arrais levava o mesmo nome de seu pai o Capitão João Casimiro Viana arrais e era irmão da Primeira professora pública de Brejo Santo, dona Balbina Viana Arrais.

                No ano de 1893 deu início aos seus estudos no Seminário Episcopal de Fortaleza. Em 1897, transferiu-se para o seminário Arquiepiscopal do estado do Ceará, onde foi nomeado censor daquele estabelecimento em 14 de Fevereiro de 1898.

                No dia 29 de Setembro de 1898, o Padre Viana recebeu a ordem do sacramento, vindo a se tornar Sacerdote. Realizou a sua primeira Missa na Vila Brejo dos Santos.

                 Sua missão religiosa teve como experiências o Município de Itapipoca, onde foi vigário coadjutor, em 02 de fevereiro de 1902.No Município de Trairi foi Padre em 16 de Maio de 1902.Em fevereiro de 1903 veio para Brejo dos Santos assumindo a Paróquia do sagrado Coração de Jesus em substituição ao Padre Abath, e aqui cumpriu a sua missão até sua morte.


Padre Viana era um Padre progressista, tinha visão de futuro e pensava muito no desenvolvimento de sua comunidade assim como na qualidade de vida de seu povo. Logo na primeira Missa ele deu início a uma Campanha esclarecedora sobre o cultivo do algodão, incentivando o plantio e realizou a primeira distribuição de sementes da malvácea(algodão) aos   seus paroquianos. O Padre Viana incorporou o algodão à lavoura da Vila Brejo dos Santos e posteriormente o senhor Coronel Manoel Inácio Bezerra trouxe para a Vila uma máquina de beneficiamento de algodão.




                                          Sementes de Algodão ( Malvacea)










A Família Viana Arrais morava numa casa cedida pelo Coronel Basílio na Rua da Taboqueira, hoje Avenida Coronel Basílio.

 O Padre Viana construiu uma casa bem próxima da Matriz, chamada de Casarão da Família Viana Arrais e fez sua inauguração no dia de seu aniversário, em 07 de Setembro de 1907.



Casarão da família Viana arrais



                                 O Padre Viana construiu a Igreja Matriz desde os seus alicerces.




Edificou com a contribuição do senhor Bernardino de Maria a Capela do Bom Jesus da Esperança.

                Fundou o apostolado da oração.

                Ampliou o Cemitério da Vila Brejo dos Santos e reedificou a Capela do Cemitério.

                Fundou uma Escola noturna para a Educação de crianças pobres. Foi também Professor de Português, Latim e Francês, tendo inclusive alunos filhos do Coronel Basílio.


                Iniciou a reedificação da Capela de Nossa senhora Santa na Cachoeirinha, construída por Pedro Oliveira Santos. Fundou em conjunto com o senhor Francisco Basílio as Conferências Vicentinas, Construiu o Cemitério Municipal, ornamentou a Capela e a supriu de utensílios com o patrimônio adquirido para a Padroeira da Cidade de porteiras e construiu sua residência a poucos passos da Matriz.



Faleceu no dia 20 de Abril de 1911 vitimado de uma Pneumonia. Foi sepultado na Matriz do Sagrado Coração de Jesus.






Fontes :
Entrevista com sua sobrinha Auriluce Arrais
Cavalcante, Francisco Mirancleide Basílio : Memórias de Brejo Santo