quinta-feira, 8 de junho de 2017

Poesia de Fátima teles sobre Patativa abre Recital em Orós-CE- Fátima Teles

Esse ano de 2017 o Distrito de Santarém em Orós -CE, através da ONG realeza Nordestina, realizará o Recital: Patativa, o Poeta maior do Ceará .
o evento acontecerá com a feijoada cultural no dia 30 de  julho às 11:00.
o evento terá como organizador o Assistente Social Jessé Nunes

A Poeta  e escritora Fátima Teles é autora da poesia que homenageia Patativa do Assaré no Recital.










Patativa, o Poeta maior do Ceará




Na paisagem da caatinga
Nosso poeta maior
Canta o sertão que é seu
Sua vida , seu pedaço melhor

A vida no sertão é muito simples

Chapéu na cabeça
Enxada nas mãos
A coragem na alma
A roça no coração

Antonio, o patativa
Recitava  a sua dor
Em forma de poema
Era ele o passarinho
A voz do trabalhador

Nasceu nos primeiros anos
Do Século XX
No mês de São José
Pai do nosso sertão
Entre as águas de março
Tempo de chuva e oração

Seu primeiro livro
Foi uma inspiração
Dos céus limpos da nossa região
Deu-lhe o nome
De inspiração nordestina
Pois fazia referência
A nossa situação

Eis ai um dos versos:

“sou fio das mata, cantô da mão grossa,
Trabaio na roça, de inverno e de estio.
A minha chupana é tapada de barro,
Só fumo cigarro de páia de mio”.

O pássaro do Nordeste
declama poema como se fosse melodia
E assim nasceu a triste partida
Onde a fome e a seca eram a moradia

E Gonzagão a cantou
E patativa ao mundo se apresentou

“Apela pra março
Que é o mês preferido
Do santo querido
Senhor são José
(Meu Deus, meu Deus)
Mas nada de chuva
Tá tudo sem jeito
Lhe foge do peito
O resto da fé
(Ai, ai, ai, ai)”


E quando os holofotes lhe chegaram
Ele apenas respondeu:
Cante lá que eu canto cá!
Cante a Cidade que é tua
Que eu canto o sertão que é meu!

Músicas e poemas desfilaram
de boca em boca
de mãos em mãos
o poeta na roça, o caboclo roceiro
e Patativa viu suas letras
pelo mundo "avoando"

                                         
E o poeta despretensioso
Pediu licença a seu dotô
Pra sua história contar
        E  Fagner,o grande artista Oroense
Com Patativa foi sentar
E os dois para os céus a olhar
Cantaram vaca estrela
Boi fubá



Fátima Teles




2 comentários: