sábado, 6 de dezembro de 2014

Às Flores transexuais - Fátima Teles



ofereço essa poesia a Carolina C De Almeida e Daniela Andrade,e todas as transexuais pela luta diante uma sociedade que ainda não compreende a diversidade sexual , realidade cotidiana.

Às flores transexuais
Como mulheres
Exalamos o perfume
De nossa alma de mulher
Somos transexuais
Bandeira de luta
Contra o preconceito
E a discriminação
Raízes do desamor
Lutamos por direitos
Não só pelo nome social
Mas, para sermos tratadas
Com igualdade
E respeito total
Somos as flores do jardim
Da diversidade sexual

                                                   Fátima Teles

Nenhum comentário:

Postar um comentário