terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Livro : Ditadura e Homossexualidades: Repressão, resistência e a busca da verdade

Coletânea desvenda a relação entre ditadura e homossexualidades

este livro é lançamento e importante fonte de conhecimento
Organização ficou a cargo de James Green e Renan Quinalha
Durante a ditadura civil-militar brasileira (1964-1985), ocorreram diversas atrocidades contra os direitos humanos, como torturas e perseguições feitas pelo Estado. Dentro desse contexto, gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais também foram alvo da violência e da perseguição pelo regime, mas o assunto nunca teve a devida repercussão. Com objetivo de contribuir para uma análise interdisciplinar das relações entre o período e as homossexualidades, James Green, famoso historiador brasilianista da Universidade de Brown (EUA), e Renan Quinalha, integrante da Comissão da Verdade do Estado de São Paulo “Rubens Paiva”, organizaram o livro Ditadura e homossexualidades: repressão, resistência e a busca da verdade, lançamento da EdUFSCar.
Green e Quinalha foram os responsáveis pelo capítulo sobre homossexualidades no relatório da Comissão Nacional da Verdade. Na coletânea, que conta com nove artigos, prefácio, introdução e posfácio, é mostrado como o movimento de resistência LGBT foi sufocado, reprimido e impedido de se desenvolver, como ocorria em outras partes do mundo naquela época. “Essa análise dos cruzamentos entre a ditadura e as temáticas ligadas ao universo da homossexualidade torna-se ainda mais importante considerando o momento atualmente vivido em nosso país, no qual diversas Comissões da Verdade estão investigando as graves violações aos direitos humanos praticadas durante o governo autoritário”, afirmam os organizadores.
Além de artigos dos próprios organizadores, também integram a coletânea textos de Benjamin Cowan, Jorge Câe Rodrigues, José Reinaldo de Lima Lopes, Luiz Gonzaga Morando Queiroz, Marisa Fernandes, Rafael Freitas, e Rita de Cassia Colaço Rodrigues.
Sobre os organizadores – James Green é professor de história do Brasil na Brown University e autor de Além do Carnaval: a homossexualidade masculina no Brasil do século XX (Chicago, 1999; Editora da Unesp, 2000), que recebeu o Prêmio de Literatura "Cidadania em Respeito à Diversidade" da Parada GLBT de São Paulo em 2001, e Apesar de vocês: a oposição a ditadura militar nos Estados Unidos, 1964-85 (Companhia das Letras, 2009; Duke 2010), que recebeu o prêmio de melhor livro da Seção Brasil da Latin American Studies Association. Também coeditou Frescos trópicos: fontes sobre a história de homossexualidade no Brasil (José Olympio, 2006), O homossexualismo em São Paulo e outros escritos, que ganhou o Prêmio "Cidadania em Respeito à Diversidade" para Literatura da Parada GLBT de São Paulo em 2006 e Homossexualidade: movimento, sociedade e lutas, dos Cadernos Edgard Leuenroth, da Unicamp (2003).
Renan Quinalha tem formação em Direito e Ciências Sociais na USP, onde também defendeu o mestrado em Sociologia do Direito e, atualmente, cursa o doutorado em Relações Internacionais. É membro da diretoria do Grupo de Estudos sobre Internacionalização do Direito e Justiça de Transição (Idejust) e assessor da Comissão da Verdade do Estado de São Paulo "Rubens Paiva". Autor do livro Justiça de transição: contornos do conceito (Expressão Popular, 2013).
Título: Ditadura e homossexualidades: repressão, resistência e a busca da verdade
Organizadores: James Green e Renan Quinalha
Número de páginas: 332
Formato: 16 x 23 cm
Preço: R$ 49,00
ISBN: 978-85-7600-386-1
Mais informações sobre os livros publicados pela EdUFSCar estão disponíveis no site www.editora.ufscar.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário