quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

15 de Janeiro de 2015- 30 anos da eleição de Tancredo Neves-Fim da Ditadura Militar Brasileira - Fàtima Teles



15 de Janeiro de 2015- 30 anos da eleição de Tancredo Neves-Fim da Ditadura Militar Brasileira

Por Fátima Teles – Assistente Social


PODEMOS AFIRMAR QUE A HISTÓRIA DOS MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL REMETEM AO SÉCULO XIX COM AS REVOLTAS  E MOVIMENTOS POPULARES CONTRA O IMPÉRIO E POSTERIORMENTE CONTRA A REPÚBLICA.
NO  INICIO DO SÉCULO XX, QUANDO DA CHEGADA DOS IMIGRANTES NO PAÍS E A SUA INSERÇÃO NO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO, OS IMIGRANTES, PRINCIPALMENTE OS ITALIANOS, COM UMA CONSCIÊNCIA POLÍTICA FORMADA ADVINDA DA EUROPA, CONTRIBUIRAM PARA A FORMAÇÃO DOS SINDICATOS E A GREVE DE 1917 FOI CRUCIAL PARA O FORTALECIEMENTO DA CLASSE TRABALHADORA BRASILEIRA, ENVOLVIDA NO MUNDO DA PRODUÇÃO, LUTANDO PELOS DIREITOS TRABALHISTAS ATÉ ENTÃO NEGADOS.
CADA MOVIMENTO SOCIAL TEM UMA LUTA ESPECÍFICA, UMA REIVINDICAÇÃO PRÓPRIA, MAS TODOS LUTAM POR UM NOVO MODELO DE SOCIEDADE MAIS JUSTA E MENOS DESIGUAL.
Movimentos sociais são ações sociopolíticas construídas
Por atores sociais, articuladas em certos cenários da com-
Juntura socioeconômica e política de um País, criando um
Campo político de força social na sociedade civil.
                                      (GOHN,1997,p.251)

COM A LONGA CAMINHADA DA LUTA DOS TRABALHADORES NO PAÍS, VÁRIAS CONQUISTAS VIERAM NO GOVERNO DE GETÚLIO VARGAS E COM A DITADURA MILITAR DA DÉCADA DE 60 DO SÉCULO XX, HOUVE UM RECUO FORÇADO, EMBORA ALGUNS MOVIMENTOS TIVESSEM CONTINUADOS NA CLANDESTINIDADE COMO A UNIÃO NACIONAL  DOS ESTUDANTES . NO FINAL DA DÉCADA DE 60  OS MOVIMENTOS VOLTARAM A SE FORTALECER, A UNE,O MOVIMENTO ECLESIAL DE BASE DA IGREJA CATÓLICA , O MOVIMENTO DE MULHERES, A SOCIEDADE CIVIL UNIDA PELA ANISTIA E CONTRA A DITADURA TOMARAM ÀS RUAS DOS GRANDES CENTROS E LUTARAM PELA DEMOCRACIA, CONTRIBUINDO ASSIM PARA A DERROCADA DA DITADURA E IMPLANTAÇÃO DA DEMOCRACIA BRASILEIRA.

Quantas mães e pais, irmãs,irmãos,  amantes, companheiras(os), filhas(os),amigas(os), clamavam em suas casas, enclausuradas(os) em prédios, sonhando com a volta ou pelo menos noticias de seus familiares e amores, muitos (as) desaparecidos(as) e mortos(as) pela famigerada Ditadura.
“Que sonha com a volta do irmão do Henfil
Com tanta gente que partiu
Num rabo de foguete
Chora
A nossa Pátria mãe gentil
Choram Marias e Clarisses
No solo do Brasil” (Elis Regina)

Os movimentos se fortaleceram e conseguiram derrubar a Ditadura Militar, trazendo uma nova esperança a nossa Pátria tão amada. Cordões de pessoas em seus vários segmentos viram surgir o Movimento pelas Diretas já , impulsionado pelo Deputado Federal Dante de Oliveira.

Eleito pelo PMDB em 1982 e empossado em 1º de fevereiro de 1983, o deputado federal Dante de Oliveira empenhou-se em coletar as assinaturas para apresentar o projeto de emenda constitucional que estabelecia eleições diretas (170 assinaturas de deputados e 23 de senadores). No dia 2 de março de 1983 finalmente apresentou a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) n° 5.

Em 25 de abril de 1984, sob grande expectativa dos brasileiros, a emenda das eleições diretas foi votada, obtendo 298 votos a favor, 65 contra e 3 abstenções. Devido a uma manobra de políticos aliados ao regime, não compareceram 112 deputados ao plenário da Câmara dos Deputados no dia da votação.A emenda foi rejeitada por não alcançar o número mínimo de votos para a sua aprovação.

A campanha das Diretas já iluminaram o Brasil fazendo com que a sociedade civil pudesse sonhar novamente e cantar Vandré “quem sabe faz  a hora, não espera acontecer”. Só na passeata de São Paulo  saindo da Praça da Sé até o Vale do Anhangabaú , um milhão e quinhentas mil pessoas participaram. sendo considerada a maior manifestação pública da história desse País.

O período de redemocratização brasileira foi muito importante para a política do Brasil, pois, efetivava o direito do pluripartidarismo e ali nasciam os muitos partidos políticos e as muitas ideologias partidárias, as muitas bandeiras de luta.

Era iniciada uma nova era na política do Brasil e na luta pelas Diretas já estavam presentes os  políticos  : Dante de Oliveira, Leonel Brizola, Ulisses Guimarães, Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Henrique Cardoso, Miguel Arraes, Eduardo Suplicy, entre outros.
A eleição não foi realizada pelo voto do povo, como pretendia as Diretas já, mas de forma indireta, pelo Congresso Nacional foi eleito para ser o primeiro presidente do Brasil depois da Ditadura Militar, o mineiro Tancredo Neves, no dia 15 de Janeiro de 1985, trazendo o sonho de um novo País, onde a Democracia ia galgar novos degraus.

A multidão cantava a música Coração de Estudante que virou Hino das Diretas já
“Já podaram seus momentos
Desviaram seu destino
Seu sorriso de menino
Quantas vezes se escondeu
Mas renova-se a esperança
Nova aurora a cada dia
E há que se cuidar do broto
Pra que a vida nos dê
Flor, flor e fruto

Coração de estudante
Há que se cuidar da vida
Há que se cuidar do mundo
Tomar conta da amizade
Alegria e muito sonho
Espalhados no caminho
Verdes, planta e sentimento
Folhas, coração
Juventude e fé”


E assim, nesses 30 anos que se passaram nós caminhamos ainda com o sonho de um Brasil cada vez melhor, menos injusto e mais inclusivo para todos os seus filhos e suas filhas. Caminhamos com o sonho e a esperança de ver o nosso País efetivando a lei e a justiça para que todos os seus filhos e suas filhas se orgulhem de brasileiros e brasileiras e possam gozar dos direitos Constitucionais que asseguram a dignidade e a segurança.
foto extraida do site: www.brasilescola.com

Que nós possamos sonhar todos e todas!
Que nós possamos viver nossos sonhos, no futuro próximo!




Referências

http://www.brasilescola.com/historiab/direta-ja.htm
https://campanhadiretasja.wordpress.com/
GOHN,M.G.M. Teoria dos Movimentos Sociais: Paradigmas Clássicos e Contemporâneos. São Paulo: Loyola,1997.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Diretas_J%C3%A1

visualize também esse artigo no site
http://www.vermelho.org.br/noticia/257248-1

Nenhum comentário:

Postar um comentário