quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Poema ao ano que se inicia - Fátima Teles

                                                           
                                                           poema ao ano que se inicia
um amor, bonito como uma flor
ardente,mas sem dor
luz, para o caminho iluminar
caminhar, e com alegria cantar
agradecer por estar vivo(a) e lutar
iniciar ou reiniciar
a luta desejada, o sonho a realizar
sempre a cada amanhecer
lembrar de contemplar o entardecer
e avaliar ao anoitecer
para preparar-se para um novo alvorecer

                                                                    Fátima Teles

Nenhum comentário:

Postar um comentário