segunda-feira, 14 de agosto de 2017

A Origem da Vaquejada de Brejo Santo-CE- Fátima Teles



A  Origem da Vaquejada de Brejo Santo-CE


Por Fátima Teles- Assessora Pedagógica Municipal


                A origem do nome do parque de vaquejada é em homenagem a José Inácio de Lucena ( Zequinha Chicote). Nascido aos Quatro de Maio de Mil  e Novecentos e Vinte Quatro. Filho de Pedro pereira de Lucena e Adelaide Gomes da Silva. O senhor Zequinha Chicote era um homem do campo, e cuidava das muitas fazendas que possuía. Ele gostava muito de animais e era muito querido por todas as pessoas da cidade, pois gostava muito de ajudar.

                Ele tinha muitos animais e emprestava para quem quisesse correr vaquejada. Alguns vaqueiros corriam com seus cavalos, além de doar seus gados para a vaquejada.

                                                          Senhor Zequinha Chicote

                O senhor Zequinha Chicote foi um dos primeiros organizadores da vaquejada juntamente com o Monsenhor Dermival de Anchieta Gondim  e o Padre João.

                                               Monsenhor  Dermival de Anchieta Gondim


                O senhor Zequinha chicote tinha muitos vaqueiros e alguns corriam na vaquejada, vindo a ganhar prêmios. 

                No ano de 1969 foi realizada a primeira vaquejada de Brejo Santo na gestão do prefeito Emilio Salviano Alves. Juntamente com a primeira vaquejada ,ocorreu também  a primeira missa para os vaqueiros Celebrada e organizada pelo Monsenhor Dermival de Anchieta Gondim e o padre João que era um ótimo vaqueiro. Um ano depois da primeira vaquejada ocorrida no nosso Município, o senhor Zequinha Chicote faleceu em 13 de Dezembro de 1970 e em sua homenagem foi colocado o nome do parque de vaquejada de Brejo Santo.


                                                    1969- Prefeito Emílio Salviano Alves


Vaqueiro destaque da nossa História


                Um dos maiores vaqueiros de toda história de nosso Município foi Chico Alfredo, deixando seu nome não só em Brejo Santo, como em toda a  Região Nordeste. O vaqueiro Chico Alfredo se destacou nas décadas de 60 e 70 do Século XX, ganhando inúmeras vaquejadas.

                Os dois filhos de Chico Alfredo, Zé filho e Cícero Alfredo, herdaram o dom do pai e seguiram carreira. Zé filho ganhou inúmeros prêmios nas vaquejadas ocorridas por todo o País, e já foi considerado um dos melhores vaqueiros do Brasil. O seu irmão, Cícero Alfredo também seguiu carreira de vaqueiro.
                Francisco Alfredo Minel ( Chico Alfredo) era o melhor corredor da primeira vaquejada de Brejo Santo. Ele nasceu em 15 de Setembro de 1940 e casou-se com Maria Lourdes Franciliano.

                Os troféus que ganhava, nem sempre eram levados para casa, pois ele dava a seus amigos, até que um dia a sua esposa reclamou e ele passou a leva-los para casa.

Na casa de sua esposa, tem vários troféus como :

- 1ª Vaquejada de Brejo Santo de 1969,onde ele ganhou o primeiro lugar.
- V vaquejada do Parque Santo Antônio nos dias 24 e 25 de Junho de 1989 ,onde ganhou o 2º lugar, entre outros.

Chico Alfredo morreu de câncer há 31 anos, mas ainda hoje é lembrado por todos por ter sido um grande vaqueiro.


Os Vaqueiros

                No final da década de 60 do Século XX, os boiadeiros que se destacavam em Brejo Santo eram : José Aristides, DR Miranda Tavares, Antônio Martins, Pedro Rufino, Pedro Chicote, Zé Madeiro.


 Boiadeiros  de Brejo Santo até o ano de 2006

                Pacotim
              Geraldo Rufino
              Tico Bila
              Titico Lucena
              Horungan Lucena

Objetos utilizados pelos vaqueiros

Sela : Instrumento de montaria. Serve como assento e para dar mais conforto na hora de andar a cavalo.
Perneira : Para proteger as pernas do vaqueiro contra os espinhos e pancadas . Usada para pega de gado no mato.
Gibão : Para proteger o corpo do vaqueiro contra os espinhos e pancada. Usada para pega de gado na caatinga.
Luva : Para proteger as mãos contra espinhos e facilitar na hora de derrubar o boi.
Bota : Protege os pés e é utilizada para colocar as esporas.
Chapéu ; Protege a cabeça.
Chicote e esporas : Auxilia na montaria, para deixar o cavalo mais veloz e mais ágil. É usada pelo vaqueiro na montaria.
Manta : utilizada para não passar o suor do cavalo para a sela e para não ferir animal. Usada na montaria do cavalo.



Em 2014 a festa tornou-se ainda maior com a construção do Centro de eventos e agronegócios de Brejo Santo Mário leite Tavares. A construção foi uma iniciativa do então prefeito Guilherme Landim e do esforço e trabalho do então Deputado Estadual Wellington Landim e do Governador Cid Gomes. O nome do Centro de eventos é em homenagem ao EX Prefeito Mário Leite.


                                                       EX Prefeito Mário Leite Tavares





                                                    2014- Prefeito Guilherme Landim


                                             2014- Deputado Estadual Wellington Landim
 
 
 
                                                           2014- Governador Cid Gomes



Atualmente o evento se chama expo Brejo e acontece sempre em agosto, junto ás comemorações da semana do município. Há feira de artesanato com os artesãos e artesãs locais, além de restaurantes, e leilão da terra de vaqueiro onde comparecem vaqueiros e agropecuaristas de todo o território nacional.




                        Centro de Eventos e Agronegócios de Brejo Santo Mário Leite Tavares


Fonte : Textos extraídos de entrevistas realizadas pelos alunos do ensino fundamental para a semana de cultura do Colégio Padre Viana no ano de 2006, na Coordenação da Professora Maria de Fátima Araújo Teles. As entrevistas foram realizadas com familiares dos protagonistas da  História .Outras informações são da própria autora.

Esse texto faz parte da coluna que escrevo todas terças-feiras no http://www.blogdofariasjunior.com/


            

Nenhum comentário:

Postar um comentário